16 de dez de 2009

PENSAMENTOS ESTRANHOS


Eram mais ou menos 2h da manhã quando uma lufada de vento espalhou os papéis que estavam sobre a mesa da sala. As madrugadas em Los Angeles eram extremamente frias, mas hoje estava além do normal.

Levantei para encostar a janela, mas ao olhar para o lado de fora, vi uma pessoa vestida de roupas pretas, estava imóvel, como se estivesse congelado, não parecia estar me vendo. Fui em direção à porta para saber quem era e o que queria parado em frente a minha casa. Quando sai, ele já não estava mais lá, não tinha rastros e nem vestígios, simplesmente desapareceu, fiquei com medo e entrei em casa, tranquei a porta e fui dormir.

Voltando de carro do trabalho, estava sozinho escutando musica, o rádio desligou, e eu já não me sentia mais tão sozinho, ao olhar para o lado, eu o vi segurando uma faca e apontando para mim. Tive a sensação de estar onde eu estava destinado a estar, e todo esse pensamento assustador, invés de me aterrorizar me manteve tranquilo, não sabia o porquê, mas o meu lugar era ali.

1 coments :

Parabéns Pedro,cada vez me surpreendo mais cm vc,cinseramente não sei daonde vem tanta inspiração!

Postar um comentário