5 de ago de 2013

A Culpa é das Estrelas



"— Eu ficava dizendo‚ “sempre" para ela hoje, “sempre, sempre, sempre", e ela só continuava falando ao mesmo tempo que eu, sem me escutar, e não disse, “sempre" para mim. Era como se eu não estivesse mais ali, sabe? “Sempre" era uma promessa! Como é que você pode não cumprir uma promessa desse jeito? 
— Às vezes as pessoas não têm noção das promessas que estão fazendo no momento em que as fazem."


0 coments :

Postar um comentário